quinta-feira, 23 de outubro de 2008

O que você faria?


"Meu amor, o que você faria se só te restasse um dia? Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria? Ia manter sua agenda de almoço, hora, apatia ou ia esperar seus amigos na sua sala vazia? Corria pra um shopping center ou para uma academia pra se esquecer que não dá tempo pro tempo que já se perdia? Andava pelado na chuva, corria no meio da rua, entrava de roupa no mar, trepava sem camisinha. Abria a porta do hospício, trancava a da delegacia, dinamitava o meu carro, parava o tráfego e ria."


O último dia - Paulinho Moska



Me diz o que você faria!
Me diz o que eu faria!
O que eu faço.
O que faço.


Um caminho, dois caminhos, três.
Uma escolha, seis escolhas, mil.

O ponto de interrogação roda, e faz arder.
É bola de magma, vulcão.


Nu; vestido. Só; acompanhado.
Protegido; sem guarda-chuva.
Futuro; presente.



Se soubesse que o mundo terminaria amanhã, não teria dúvidas.
Fácil escolha. Ficar e esperar o fim.




Existem duas cordas. Uma em cada pé.
E existem duas de mim. A de cima e a de dentro.
E são siamesas. Inalteráveis.


O que você faria?


Abri as portas do meu hospício...
E o que sai de lá, só Deus sabe.


Escuta: fica. Pensa: vai.
Inquieta atenta aos dedos raspando as cordas: fica.
Espera para o alcance: vai.


Respira, abraça, toca: fica.
Vê o tempo passando: vai.
Vê todos os semblantes ou silhuetas conhecidos: fica.

Dorme: vai.
Dorme junto: fica.
Olha: fica.
Sente: fica.
Fica: fica.
Coragem: vai.
Medo: fica.
Destino: interrogação.
Força: zero.
Paciência: choro.



Lágrima: fica.
Lágrima: vai.




Quer: fica
Precisa: vai.






Me diz o que você faria, porque eu não sei.

2 comentários:

Leonardo disse...

Queria poder dizer...

Mas o melhor que posso oferecer é o silêncio.


Apoio incondicional...


...e silêncio!

Claudia Bittencourt disse...

Tbm não sei.
Perfeito texto.

=]